_Networking

Feof, da Bullet: experiências híbridas serão mais eficientes que as feiras de ontem

Imagem: Divulgação

Experiências híbridas, que unem o digital a conteúdos realizados ao vivo no presencial, devem ocupar a lacuna deixada pelas feiras e eventos, que se apagaram durante a pandemia. Para Fernando Figueiredo, CEO da Bullet, também conhecido como Feof, esse novo formato de ativação para marcas trará um ganho de eficiência no investimento publicitário, que trocará milhões de reais por milhares, para alcançar um melhor engajamento.

Focada nesse nicho, a Bullet lança no primeiro semestre deste ano a plataforma The Reveal, voltada ao mercado automotivo. Embora o timing do lançamento pareça exato para atender dois segmentos muito impactados pela pandemia — eventos e autos –, Feof diz que a agência já vem trabalhando na The Reveal desde 2019, quando visualizou uma tendência de recuo nos eventos do setor. A covid-19 só acelerou esse movimento.

“A Bullet faz Salão do Automóvel desde 2006. Somos uma das agências que mais desenvolveram projetos nos últimos anos para Volks, Audi, Ford, projetos enormes. Nas últimas três edições, eu já me questionava: para que tanto investimento? Até que ponto isso gera vendas? Conversando com executivos de montadoras, o que mais ouvia era: ‘se o concorrente está, eu devo estar’. Ou seja, não era pelo negócio. Até que houve a primeira ruptura, com uma debandada de marcas do evento em 2018, e nós ligamos a luz amarela”, diz Feof.

Ele conta que, a partir desse estalo, a Bullet passou a desenvolver o projeto The Reveal. “Começou a ser construído antes da pandemia. Entendemos que as pessoas iam ao salão mais para passear do que para ver as novidades, porque elas já conheciam pela internet.” Além disso, ele observou que poucos negócios diretos eram atribuídos como resultado da realização da feira.

Imagem: Divulgação

Com essa noção, a ideia foi criar uma plataforma híbrida, de modo que no digital as pessoas possam conferir todos os atributos físicos do produto, num evento de entretenimento cheio de demonstrações. Ao mesmo tempo, criar uma ferramenta totalmente plugada para realizar vendas. “Pela internet, as pessoas conseguem entrar, ver todos os detalhes, e também comprar, participar de leilões, sem ter de sair da plataforma.”

Na prática, The Reveal será um evento de 10 dias, realizado fisicamente em um autódromo, onde haverá corridas de teste e serão produzidos vídeos de demonstração, shows e outros conteúdos em parceria com a Trator Filmes. Ou seja, o maior investimento não será em estandes, mas na qualidade dos cenários e nos roteiros das apresentações, sempre plugadas em soluções de live shopping. Será uma pegada mais diversão e vendas, e menos feira de exposição.

Cada dia do evento será destinado exclusivamente a uma das montadoras participantes. Haverá um público reduzido de fãs das marcas no local. A grande audiência acompanha tudo online, em transmissões multiplataforma. A data, segundo Feof, ainda não está definida. A previsão é que a primeira edição de The Reveal seja ainda no primeiro semestre de 2021.

Plataformas híbridas são a solução para o encolhimento das feiras? “Não acredito em fórmula secreta”, diz Feof. “Será uma das iniciativas que vão ocupar a lacuna deixada pelo Salão do Automóvel, nos ajudando cada vez mais a nos posicionar como agência que vende. Porque, no final do dia, eu to falando de venda e como desenvolver projetos que mexam nos ponteiros da montadora.”

Outra grande vantagem do uso de uma plataforma híbrida para ativar produtos, segundo Feof, é a possibilidade de mensurar resultados e adotar métricas mais focadas em negócio. “Podemos agora usar KPIs que não sejam mais apenas o número de visitantes em um evento, mas quantas pessoas de fato se engajaram e compraram. E isso eu consigo quantificar.”