_Insights

Cannes Lions 2022: UOL e Accenture destacam insights, segundo nomes do mercado

Imagem: Reprodução

Marca do carnaval carioca, criada pela agência Tátil Design para Liga Independente das Escolas de Samba, levou dois ouros em Cannes

Cannes Lions é o Oscar da publicidade, sim. Mas também muita troca. Até esta terça-feira (21), o Brasil já havia conquistado 27 leões na premiação, que vai até dia 24. Mas, mais do que troféus, a delegação brasileira extrai do maior festival de criatividade do mundo muitos insights, tendências e aprendizados. É isso que o UOL para Marcas vem acompanhando, em parceria com a Accenture Brasil, por meio de pílulas, fotos e conteúdos diários, nas redes.

Além disso, a cobertura dos principais assuntos do festival é complementada pela editoria Mídia & Marketing, do UOL, com entrega de colaboração em conteúdo editorial e branded content, com patrocínio da Accenture Brasil.

Veja as impressões que grandes nomes do mercado dividiram, a partir das conferências, palestras e das premiações:

Glaucimar Peticov, do Bradesco: Marcas com propósito

Diretora executiva do Bradesco, Glaucimar Peticov observou o quanto as marcas estão comprometidas com propósito em suas ações, e como a diversidade pode contribuir na humanização das marcas e na conexão com clientes e colaboradores.

“Eu vi um propósito muito grande nas apresentações. Aquela missão de humanizar, falar da marca com vontade, fazer com que a marca seja vivida e desejada por todos, tanto para clientes quanto para funcionários. E a gente percebe a diversidade em todas as participações. E a importância da pluralidade para alcançar resultados diferentes.”

Patricia Corsi, da Bayer: Bem-estar com criatividade

O ano está sendo promissor para o Brasil na categoria Health & Wellness, segundo Patricia Corsi, CMO global da Bayer e presidente do júri de Cannes Lions na área. Foram quatro leões no primeiro dia, para as agências VMLY&R, AlmapBBDO, Dark Kitchen e Wunderman Thompson. E isso, segundo ela, incentiva ainda mais a publicidade brasileira no segmento.


“Cada vez mais a gente tem um aumento da qualidade criativa, da qualidade de execução e de valores de produção nessa categoria. E é importante incentivar e inspirar o mercado brasileiro criativo, que é um dos maiores do mundo, a continuar com essa tendência.”

Eco Moliterno, da Accenture Song: Momento de reinvenção

Marcas icônicas, como Nike e McDonald’s, chegaram em Cannes dando exemplo de como se reinventar para assumir novos papéis em cenários desafiadores, segundo Eco Moliterno, líder criativo da Accenture Song para a América Latina.


“Tivemos líderes globais de marcas icônicas mostrando como elas souberam se reinventar e se adaptar ao novo momento pós-pandemia, reforçando a questão de propósito, de estar próximo do consumidor, de falar a linguagem das pessoas, com  atributos humanos. Esta é uma mensagem que vai prevalecer em todos os dias, de como marcas têm um papel novo neste novo mundo.”

Fernando Machado, da Activision Blizzard: Como entrar para o jogo

Como as marcas podem entrar no espaço de games é uma questão em alta em Cannes, a partir da relevância que os eSports vêm ganhando cada vez mais como espaço de mídia e conexão com o público, de forma imersiva. Para Fernando Machado, CMO global da Activision Blizzard, o foco deve estar na experiência oferecida pela marca.


A principal coisa é pensar em formas de como melhorar a experiência que as pessoas têm no jogo. Não é tentar só chegar e colocar um logo da marca, ou fazer uma propaganda, que não funciona. Tem de entender a comunidade dos jogadores e vir com ideias que possam melhorar a experiência no jogo. E se você fizer isso, sua marca e produto vão ser bem recebidos.”


Quem faz os conteúdos UOL para Marcas:

Apuração e redação: Renata Gama / Edição e redes sociais: Raphaella Francisco / Arte: Julianne Rodrigues
Gerente responsável: Marina Assis/ Gerente Geral: Karen Cunsolo