_Branding

Deu Tilt: podcast é exemplo de como formato se une a múltiplas estratégias de mídia

Imagem: Reprodução

Podcasts estão em ascensão, tanto pelo maior interesse da audiência quanto pelo crescimento significativo dos investimentos no formato por parte de criadores, plataformas e marcas. Se antes parecia ser limitado o modo como a publicidade poderia se apropriar desse território, hoje, soluções criativas aparecem para unir múltiplas estratégias de mídia à produção de podcasts.

“Deu Tilt”, podcast do canal Tilt, de ciência e tecnologia do UOL, é um exemplo disso. Ao lançar sua segunda temporada com o apoio da marca Oi, em agosto, o conteúdo editorial criou um território onde foi possível embarcar publicidade em áudio digital, branded content e entrega de mídia em massa.

Segundo a PodPesquisa 2019, sobre o consumo de podcasts no Brasil, divulgada em março deste ano, ciência é o terceiro assunto mais consumido por ouvintes de podcast (citada por 52% dos respondentes), atrás apenas de cultura pop (64%) e humor (53%). A sondagem realizada pela ABPod (Associação Brasileira de Podcasters) ouviu 16.713 ouvintes em todas as regiões do país, de outubro a dezembro de 2019.

Oi se apropria da segunda temporada

Na primeira temporada de “Deu Tilt”, o colunista Ricardo Cavallini, o Cava, estabeleceu em oito episódios, entre março e abril deste ano, a pegada e a linguagem do papo que conduz com nomes da ciência e tecnologia. São conversas animadas e interessantes sobre as ondas de inovação que vivemos e seus impactos na vida das pessoas. Iberê Thenório (Manual do Mundo), o médico Dráuzio Varella e Carioca (Márvio Lúcio) foram alguns dos nomes convidados.

Com a linha editorial de “Deu Tilt” estabelecida, a Oi entrou com o apoio, se apropriando da segunda temporada. A conversa de estreia desta segunda fase, com o neurocientista Miguel Nicolelis, sobre como a era digital afeta o cérebro e as relações humanas nos dias de hoje, se desdobrou em dois episódios, que ganharam destaques sucessivos na home do UOL.

De conteúdo independente, o território do podcast faz “fit” natural com o objetivo de posicionamento operadora, que encontrou no formato um modo de se aproximar das conversas sobre transformação digital. Essa relação da marca com o tema dá sentido às inserções de publicidade no início do programa em spots ao longo da entrevista.

Mas a estratégia de Oi também combina outros formatos dentro do vertical Tilt, de tecnologia. Branded content é um deles. A partir do assunto “transformação digital”, a equipe de Content_LAB do UOL elaborou um conteúdo de marca sobre o impacto da pandemia na aceleração digital nas empresas. Tudo isso linkado a uma estratégia de entrega de mídia de alcance.

O “Deu Tilt” se une a uma programação variada e crescente de podcasts produzida pelo UOL. Mídia e Marketing e Fora da Curva são alguns exemplos, entre os conhecidos pelo meio publicitário. Há ainda podcasts que repercutem notícias, como o Baixo Clero (política), Passe de Bola (futebol) e Ficha Criminal (polícia), além dos que aprofundam temas ligados a verticais o UOL, como saúde e bem-estar, entretenimento, comportamento, economia e negócios.