Puma e Umbro se somam a Nike e Adidas na disputa por presença nos eSports 

Divulgação Puma e Umbro se somam a Nike e Adidas na disputa por presença nos eSports  Jogador profissional Rafifa veste a nova camisa da NSE, equipe da Netshoes, que firmou parceria com a Umbro

A rivalidade entre grandes marcas esportivas nos campos e quadras já ganha as telas dos jogos eletrônicos. Este mês, Puma deu seu primeiro passo nos eSports, com o lançamento de uma linha de produtos em parceria com a equipe Cloud9, uma das maiores do mundo no segmento. E a Umbro inaugura no mercado brasileiro de games competitivos ao fornecer o uniforme da NSE, equipe de eSports da Netshoes.

Elas se unem a Nike e Adidas, que vêm investindo pesado no cenário. O movimento é mais uma demonstração de que o território de eSports se torna cada vez mais atraente para marcas não-endêmicas, aquelas que não fazem parte da cadeia da indústria dos games.

O modo de Puma e Umbro marcarem presença nos jogos eletrônicos é bastante semelhante ao que já fazem nos esportes tradicionais. São parcerias de fornecimento de uniformes para times e criação de produtos e acessórios oficiais. Com isso, as marcas ganham visibilidade nas apresentações dos jogadores nos campeonatos e impulsionam vendas dos itens para os torcedores.

O contrato de Puma com a Cloud9 foi firmado no início deste ano, mas a primeira linha de roupas saiu em outubro. A organização tem times profissionais que disputam League of Legends (LoL), Counter-Strike: Global Offensive (CS:GO), Overwatch, World of Warcraft Arena, Hearthstone, Super Smash Bros, Rocket League, PUBG Mobile, Fortnite, Rainbow Six Siege e Teamfight Tactics.

Já a Umbro, que tem como carro-chefe as chuteiras, aposta num time brasileiro expert no game FIFA. A equipe NSE, da Netshoes, tem se destacado em competições internacionais do game. Em 2019, chegou à semifinal da Copa do Mundo do jogo, em Hamburgo. Seus pro-players têm ainda figurado em listas de maiores do mundo, entre eles, Vinicius “Vini”, Rodrigo “Digo”, Marcelo “Lobão”, Thiago “TMaciel” e Igor “zIGOOR_, além do recém-contratado Rafifa.

Nike e Adidas se posicionam no Brasil

Em julho deste ano, a Nike anunciou patrocínio à equipe FURIA, a brasileira mais bem colocada no CS:GO. Os novos uniformes já foram vistos na ESL One Cologne — competição realizada na Alemanha. A parceria envolve todas as modalidades competitivas da organização, que disputa também campeonatos de PUBG e DotA 2.

A Adidas, por sua vez, é a marca que aparece nos uniformes do Flamengo eSports, time em ascensão no cenário de League of Legends (LoL). As camisas começaram a ser vendidas no ano passado.

No cenário internacional, Adidas causou alvoroço em agosto ao anunciar o patrocínio do streamer Tyler “Ninja” Blevins, considerado o maior expoente no jogo Fortnite. Já a Nike tem avançado na China, ao investir em grandes campeonatos de LoL.

Fanta cria mapa no Fortnite. Aprenda com a marca a jogar nos eSports 
A hora dos streamers: marcas experimentam poder de influência e engajamento dos gamers
BMW investe em time de eSports brasileiro: veja equipes parceiras de marcas 
eSports: Campeonato Nest Pro chega à América Latina com transmissão nacional
DotA 2: conheça o jogo com premiação multimilionária financiada pelos fãs 
Com troféu em caixa da Louis Vuitton, mundial de LOL ganha status de Copa
×

Ei, psiu! Não vá embora ainda. Confira esta novidade do UOL AD_LAB:

E-book sobre como o uso de dados potencializa os resultados de campanhas publicitárias e ações de marketing

Faça download aqui