Crie experiências relevantes de marca oferecendo facilidades pelo celular

AdobeStock Crie experiências relevantes de marca oferecendo facilidades pelo celular

Nos últimos anos, vimos modelos de negócios inovadores e bilionários sendo construídos em torno de um conceito em comum: a conveniência. Uber, Airbnb, 99, Rappi são alguns dos exemplos clássicos. É claro que a tecnologia mobile é suporte indispensável nesses casos. Mas unida a ela está a capacidade de melhorar a experiência das pessoas nas atividades do dia a dia, tornando tudo mais fácil.

Para marcas, a ideia da conveniência não precisa estar restrita à criação de produtos, serviços ou novos modelos de negócio. Empresas já estruturadas e constituídas no mercado podem oferecer facilidades ao público para melhorar a relação com consumidores e também para gerar experiências relevantes de branding.

O Pão de Açúcar, por exemplo, está investindo em conveniência pelo celular. Em abril, deu início aos serviços do aplicativo James Delivery em São Paulo. O James Delivery foi adquirido pela companhia em dezembro do ano passado e concorre com os serviços já existentes no mercado. A plataforma é oficial e exclusiva de entregas das redes de supermercado Extra e Pão de Açúcar.

Mas as soluções mobile também podem vir de parcerias com aplicativos que já estão no mercado, sem a necessidade de investir pesado para criar a tecnologia em casa. A Renault está oferecendo delivery de test-drive via Rappi. O app disponibilizou um botão específico para as solicitações. Os interessados agendam o horário desejado e a concessionária entrega o carro para experimentação no local indicado.

De acordo com a pesquisa “Conveniência: de rápido para surpreendente”, divulgada pelo Google em março, 33% das pessoas ouvidas declararam estar dispostas a pagar para obter o que querem de forma mais rápida. O levantamento ainda mostra que as pessoas associam conveniência com a melhora da sua experiência com o tempo (19%) e com a ajuda da tecnologia (18%).

Segundo dados do Google Internal Data – Search, a conveniência é um forte apelo para segmentos como transporte, alimentação e entretenimento. As buscas no mundo por termos ligados ao tema “compartilhamento de carros” cresceram 1.129% em um ano. Para “delivery de comida”, a alta foi de 682%. Já para “serviços de streaming” foi de 123%. Além disso, a expressão “perto de mim” cresceu 778% no período. E “tempo de espera” teve alta de 208%.

Para criar experiências relevantes no mobile, dois pontos são cruciais: previsibilidade e personalização. Prever as necessidades das pessoas possibilita às marcas estarem no lugar certo, no momento certo. Isso é possível com análise de dados e machine learning. Personalizar a oferta de conveniência é outra tática que torna a experiência de marca mais rica. Aqui o que conta é segmentação e inteligência de dados.

Quando as marcas se colocam como facilitadoras do dia a dia, geram sentimentos positivos nas pessoas. Ainda segundo a pesquisa, quando questionadas sobre os sentimentos inspirados pelos serviços de conveniência, 34% dos respondentes se consideram felizes pelo uso, por ganharem tempo para fazer o que realmente importa. Além disso, 28% se sentem mais inteligentes por poupar tempo e 17% ficam empolgados com a melhora na rotina.

Como a tecnologia 5G vai tornar possível a Internet dos Corpos
5 tendências para o mercado de mídia e marketing que vão movimentar 2020
CarnaUOL chega ao Jockey com lineup de estrelas em sua sétima edição
Popload teve transmissão ao vivo do UOL, com marcas no clima dos shows
Três lições sobre publicidade digital de Martin Sorrell, que deu adeus às mídias analógicas 
Números de Google, Twitter e Spotify mostram relação entre marcas e geração Z
×

Ei, psiu! Não vá embora ainda. Confira esta novidade do UOL AD_LAB:

E-book sobre como o uso de dados potencializa os resultados de campanhas publicitárias e ações de marketing

Faça download aqui