UOL beneficia 30 milhões de leitores com conteúdo otimizado para smartphones

Shutterstock UOL beneficia 30 milhões de leitores com conteúdo otimizado para smartphones

O consumo de conteúdo via mobile só cresce. E as formas de otimização e distribuição ajudam a acelerar ainda mais. Pensando nisso, o UOL entrou em dois projetos que visam melhorar a experiência do usuário no device. Trata-se do projeto AMP (Accelerated Mobile Pages) e do Instant Articles, do Facebook. Com essa nova estratégia de distribuição, 30 milhões de leitores UOL tiveram a oportunidade de ler o conteúdo por meio desses templates otimizados no mês passado.

Carregamento no mobile é otimizado; acima: Busca no Google com destaque para a notícia; abaixo: recurso do Instant Article no Facebook

Carregamento no mobile é otimizado; acima: busca no Google com destaque para a notícia; abaixo: Instant Article no Facebook

Funciona da seguinte forma: quando o leitor faz uma busca em que um conteúdo editorial do UOL é relevante, ou clica num link de uma plataforma mobile (ex: Linkedin), ele será direcionado para uma página AMP, onde o carregamento será muito mais rápido e eficiente, inclusive consumindo menos dados. Já no Facebook, o conteúdo editorial exibido nas timelines de forma nativa da própria plataforma, carregam quase que instantaneamente (por isso o nome), oferecendo ao final da página outros conteúdos nativos relacionados ao perfil de navegação do leitor. Para que essa mágica aconteça, os jornalistas do UOL, ao publicarem suas matérias, autorizam que o conteúdo seja disponibilizado nos templates Instant Articles e AMP.

Os leitores são os maiores beneficiados, já que o recurso melhora a experiência de navegação e a velocidade. O conteúdo carrega praticamente de forma instantânea, evitando aquele efeito de elementos pulando de posição quando o carregamento está atrasado.

Isso faz com que o consumo de conteúdo distribuído pelas plataformas cresça, assim como o time spent, em grande parte porque a otimização reduz o tempo de carregamento. Segundo estudo do Google, tempo de carregamento está diretamente ligado ao bounce. Se o site demora 3 segundos para exibir o conteúdo, a probabilidade de abandono de página sobe 32%. Se o tempo chega a 10 segundos, a probabilidade aumenta 123%. Portanto, o publisher também ganha ao melhorar sua performance de carregamento. Com usuários mais engajados, maior a oportunidade de geração de receita publicitária.

Marcas associadas ampliam chance de ser vistas

Do ponto de vista de publicidade, métricas como viewablity e CTR demonstram que páginas otimizadas para mobile e que carregam com agilidade. Isso amplia a oportunidade de o banner ser visto e de gerar interação, chegando a dobrar ambas as taxas quando o banner também está otimizado para mobile. O UOL está sempre em busca de oportunidades para conectar marcas e consumidores.

UOL VivaBem chega como plataforma de referência em saúde e bem-estar
UOL AD_LAB Trends promove debate rico sobre influenciadores digitais
Como melhorar a performance do seu native advertising
Marketing de experiência é a nova cartada. E marcas estão investindo mais
Modelos de atribuição identificam canais mais efetivos em cada campanha
Zeca Vieira: Produtos digitais da SulAmérica melhoram relação com clientes
×

Ei, psiu! Não vá embora ainda. Confira esta novidade do UOL AD_LAB:

capa e-book 2

E-book sobre como o uso de dados potencializa os resultados de campanhas publicitárias e ações de marketing

Faça download aqui